MOGNO BRASILEIRO (Swietenia macrophylla)

Uma das árvores mais conhecidas do mundo pela sua madeira de beleza e qualidade quase insubstituível. Foi amplamente explorada em seus locais de origem o que quase gerou sua extinção. O mogno está na lista oficial de espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção.

Há mais de uma década é estudada no Brasil e existem muitas tentativas de tornar seu plantio comercialmente viável, porém devido a broca do ponteiro que ataca espécies desta família, até o momento ainda é um desafio ter sucesso com seus plantios

Nome popular: Mogno

Nome cientifico: Swietenia macrophylla

Família: Meliaceae

 

Outros nomes populares: Mogno brasileiro, aguano, araputanga, cedro-i, mogno-brasileiro.
Nomes internacionais: acaju, american mahogany (BSI,1991), caoba, mahagoni, mahogany (ATIBT,1982).

 

Ocorrência Natural
Toda região amazônica, sendo, entretanto particularmente freqüente na região sul do Pará.

 

Características gerais

As árvores de mogno atingem dimensões próximas de 70m de altura e 3,50m de DAP (diâmetro a altura do peito, medido a 1,30m do solo), na idade adulta. Uma árvore derrubada, no sul do Pará, forneceu 25m 3 de madeira.

 

Características Silviculturais
É uma espécie que se desenvolve muito bem a pleno sol. Não tolera baixas temperaturas. Tem crescimento monopodial com boa desrama natural. Possui um grave problema em plantio puro que é o ataque da broca do mogno. Portanto o plantio do mogno deve ser feito com critério e misturado com outras espécies.

 

Madeira
Moderadamente densa (densidade 0,48 A 0,85g/cm³), com 12 a 15% de umidade, de resistência moderada ao apodrecimento e alta ao ataque de cupins de madeira seca e, pouco durável quando em contato como solo e umidade. A madeira tem cor castanha intenso. A madeira do mogno é fácil de ser trabalhada, recebendo acabamento um tanto esmerado.

 

Utilidade
A madeira é indicada para mobiliário de luxo, objetos de adorno, painéis, lambris, réguas de cálculo, esquadrias, folhas faqueadas decorativas e laminados, contraplacados especiais, acabamentos internos em construção civil como guarnições, venezianas rodapés, molduras assoalhos, etc. A árvore é muito ornamental, podendo ser usada com sucesso na arborização de parques e grades jardins. Apresenta bom desenvolvimento na região centro-sul do país.